Automação de marketing: veja como fazer

A automação de marketing é um recurso que vem crescendo cada vez mais no meio digital, principalmente pelo tempo mais escasso das pessoas e as tecnologias inovadoras surgindo a todo momento.

 

Vamos entender um pouco sobre o que é, os benefícios que nos proporciona e como aumentar sua eficiência frente a tantas novas práticas surgindo aos montes no mercado.

O que é automação de marketing?

Seja uma desentupidora em Osasco ou uma empresa focada em vendas pela internet, todo comércio tem que investir em seu marketing para atrair mais público e possíveis novos leads.

Porém, com tantas pendências acontecendo em uma empresa, como contas a pagar, investimentos em novos clientes, melhoria de produtos, fica cada vez mais difícil investir em um processo de automação de marketing.

Contextualizando, automação de marketing nada mais é do que agir de forma eficiente e diferente para cada tipo de canal online que sua empresa precisa. Ou seja, agir e entender o que o lead precisa, bem como escalar isso de forma positiva.

Através da tecnologia, o conceito é diminuir a quantidade de trabalho manual e aumentar a eficiência das ações da empresa e, consequentemente, seus resultados.

Muitas empresas do ramo industrial, principalmente as que oferecem serviços de engenharia civil, já estão acostumadas a sempre buscar automação de seus recursos e, porventura, o marketing é um deles.

A proposta desse artigo é te inserir nesse meio e expandir os seus horizontes, otimizando o tempo e dinheiro da sua empresa. Confira abaixo algumas vantagens em praticar a automação de marketing:

 

  • Conquistar os leads com antecedência;
  • Comunicação mais assertiva;
  • Diminuição dos trabalhos manuais;
  • Maior produtividade para os vendedores;
  • Processos de marketing mais rápidos e fluidos.

 

Existem várias formas de automação de marketing, porém vamos entender as mais eficazes e quais os benefícios caso consiga implantá-las em seu negócio.

Como apostar na Automação de Marketing

Empresas de contabilidade em SP, por exemplo, conseguem avançar bastante o seu negócio por essa tática de automação de marketing, que nada mais é do que ser extremamente atrativo para os seus leads.

Não estamos falando apenas dos que já possuem envolvimento com o negócio, mas também dos que ainda não podem adentrá-lo, seja por motivos de capital engessado, prioridades diferentes ou até mesmo não precisar do serviço no momento.

Pensando nisso, confira algumas dicas de como trabalhar com a automação de marketing, sendo as mais importantes:

 

Mantenha um relacionamento com os leads

O ideal para essas situações é investir em um bom relacionamento com esses leads. Eles podem não adquirir seus serviços agora, mas nada os impede de recorrer a você em breve.

E tão importante quanto atrair e cultivar novos leads é manter os que permanecem ativos, oferecendo sempre um atendimento excelente e melhorando os processos para que seu trabalho faça parte do DNA da empresa ou produto dele. 

 

Trabalhe uma comunicação personalizada e assertiva

Seja o distribuidor adubo ou um vendedor de camisetas em plataformas digitais ou uma logística, uma coisa é certa: falhas de comunicação entre os leads e pessoas da própria empresa são um dos principais problemas no mundo atual.

O primeiro passo é melhorar a comunicação interna de sua empresa, criando padrões e estilos de comunicação que façam sentido com o negócio e que não gerem mais empecilhos para uma comunicação fluida e limpa.

Estabilizado esse padrão, está na hora de personalizá-lo para os seus leads e criar personas para traçar um perfil específico, criando assim uma comunicação mais humana e menos genérica.

Segmentando o marketing dessa forma, os leads sentirão que são únicos e isso agrega valor à relação, fazendo-o se empolgar com possíveis novos contatos e soluções para o seu empreendimento.

Outro ponto interessante é preparar seus possíveis leads, incentivando-os a pesquisar sobre o tema do negócio entre vocês. Envie referências boas sobre o trabalho, pois ao entender mesmo que pouco do assunto, é mais fácil realizar a venda.

Por exemplo, se o lead é uma empresa de usinagem, converse um pouco sobre fresas, tornos e sobre a tecnologia CNC. Sane as suas dúvidas e indique materiais de pesquisa. O sentimento de gratidão pode ajudar a conquistar ainda mais o cliente.

 

Defina o foco de sua automação

Embora pareça algo óbvio, definir o seu objetivo é uma decisão que impulsiona o negócio a continuar avançando, já que todas as suas ações estarão voltadas para se atingir esse objetivo.

Definir qual seu público, como os atingirá, por meio de qual processo, buscando atingir qual resultado no decorrer de quantos meses, são perguntas que impulsionam e trazem novas métricas e estratégias caso sejam atingidas ou não.

Tenha essas perguntas em mente, assim já será um grande passo para automatizar o processo de marketing como um todo. Seja como uma gráfica impressao de cardapio, que presta um serviço pro restaurante, mas conhece todos os pratos e gostos do cliente.

Utilize de plataformas de automação em marketing que contenham serviços que o ajudem a impulsionar a empresa, como criação de fluxos, envio de e-mails para marketing e gerenciamento de conteúdo.

 

Utilize a automação em compras

Caso sua empresa venda serviços ou produtos sobre encomendas, é necessário um bom planejamento para que não compre/fabrique demasiados produtos ou não tenha estoque o suficiente e fabrique de menos.

Seja efetivo ao planejar suas compras para não ter muito estoque e pouca demanda, gerando simplesmente gastos que não são necessários para o momento da empresa.

Ao mesmo tempo, sempre esteja preparado para caso surja uma grande demanda, pois o tempo para ganhar tanto o cliente quanto produzir o produto pode ser muito longo, fazendo com que perca credibilidade, dinheiro e, talvez, o lead.

Ou seja, automatizar seu processo de compras criando padrões e com o planejamento fluirá bem com o processo de vendas e, consequentemente, ajudará no marketing.

Dicas de automação de marketing

Empresa de segurança eletrônica, por exemplo, precisa ter um marketing e um atendimento que sejam fortes e sólidos, já que os seus serviços visam proteger os dados do cliente. Veja algumas dicas de como, aos poucos, aplicar automação:

 

1 – Aposte no uso do e-mail

O e-mail é uma forma bastante eficiente de criar uma boa sensação para os clientes que entram em contato, impedindo-os de se sentirem ignorados.

Uma boa alternativa é utilizar o autoresponder, uma configuração na qual, quando o cliente interagir de alguma forma com o e-mail, receberá respostas automatizadas referente a serviços.

Talvez esteja pensando que isso vai contra o tópico de humanizar a relação com o cliente, mas o conceito é nutrir o consumidor com mais informações referentes ao assunto tratado no e-mail, caso ele queira.

As melhores empresas de segurança patrimonial de SP, por exemplo, disparam e-mails dando dicas aos clientes sobre como utilizar os seus sistemas, tutoriais para acessos de catraca, ensinam como trocar senha de crachá, etc.

 

2 – Tenha um setor de melhorias

Desenvolva um setor de melhoria contínua na empresa. Esses profissionais têm como foco melhorar o desempenho em diversos setores da empresa, sejam eles do marketing ou recursos humanos.

Eles ajudam a prevenir imprevistos, além de automatizar diversos processos, sempre utilizando de metodologias de gestão de projetos de qualidade e que foram bem executadas, para assim conquistar ótimos resultados.

 

3 – Tenha regras e padrões

Tenha também regras e padrões para nutrir os leads com informações, dando uma certa periodicidade, o suficiente para não ser pouca informação, porém o suficiente para não ser muita e acabar deixando o lead insatisfeito.

Crie campanhas que auxiliem no projeto, produto ou serviço que os leads se interessem, oferecendo melhorias e colocando algumas das ideias dos mesmos em prática,  mostrando que você está disposto a ouví-los.

Caso funcione, crie mais campanhas que potencializam ainda mais o desempenho final do produto e o engajamento de todas as partes envolvidas.

O importante é conhecer o máximo possível com quem está lidando, saber seus gostos e objetivos, as áreas de atuação tanto sua quanto do cliente, e apresentar melhorias dos resultados.

Mesmo resultados negativos podem ser positivos para ambos os lados, ensinando qual caminho seguir e qual deixar de seguir, onde aumentar a atuação, onde focar mais e onde deixar andar com rédeas mais soltas.

 

4 – Utilize os recursos disponíveis

E por fim, porém não menos importante, utilize de todos os recursos disponíveis no mercado de trabalho. Gastar dinheiro em novas ferramentas é um investimento.

Critérios de segmentação mais complexos, lead tracking, listas dinâmicas e lead scoring são serviços disponíveis em plataformas de automação, porém podem sair melhor dependendo do ramo e adaptabilidade de sua empresa. 

Faça uma adaptação e testes, estude e se aprofunde que, com toda certeza, o progresso virá.

 

Considerações finais

Espero que esse artigo tenha sido útil para sanar algumas dúvidas referentes a automação de marketing. 

Atente-se às dicas e implante aquelas que julgar fazerem mais sentido com o seu tipo de negócio. Seja criativo!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.